31 de ago de 2013

Solidão - Poema

Acabado como um pássaro que não voa
Liberto apenas em minha mente
Parecendo um peixe preso numa lagoa
Pensando que é livre.

Vivo apenas para ocupar espaço
Vivo sem fazer laços
Nessa minha vida que eu não escolhi
Nem um abraço de pessoas recebi
Sou apenas o fracasso do ser humano
Estou aqui só para ocupar espaço

Penso que tenho amigos
Penso que posso ajuda-los
Mas nem um agradecimento recebo
Nada, nem uma palavra
Apenas me procuram para ajuda-los

Então eu penso, se faz alguma diferença
Ser gentil sendo tão vil
Penso eu se sou o único que pode ver
O qual somos egoístas, o qual somos obsoletos
Sem amor, sem compaixão.

Por que demonstro tristeza ou felicidade?
Se estou triste, dizem que não sou o único
Se estou feliz, dizem que sou egoísta
Por que eu ainda ligo para essas pessoas tão...

Egoístas, orgulhosas, injustas, bobas, infelizes, cegas, preguiçosas, golpistas, implicantes, babacas, idiotas, otárias... sem amor, sem vida. Por favor, mude.

Um comentário: